Retrospectiva do EXALTA e Banda no Carnaval 2019 – 02 a 04.03.2019

Carnaval 2019, Retrospectiva do EXALTA e Banda no Carnaval 2019  –  02 a 04.03.2019, EXALTA Site Oficial

Nesse Carnaval de 2019 o EXALTA  esteve presente na Região Noroeste Paulista, procurando levar alegria aos milhares de foliões presentes as festividades ocorridas em três Cidades:     Ariranha –SP,  dia 02 de Março onde o Carnaval iniciou as comemorações pelo Centenário de Ariranha em 2019 ;  Monte Aprazível-SP, dia 03 de Março onde aconteceu o CARNAMONTE 2019 e  na Estância Turística de Olímpia-SP, dia 04 de Março que além do público da Cidade e Região, também recebeu milhares de turistas das mais diferentes regiões do Brasil e da América Latina que participaram do CARNA OLÍMPIA 2019.

Abaixo vocês encontrarão para cada uma das Cidades em resumo em fotos e video que mostram como foram esses Eventos na participação do EXALTA  e Banda.


Todas as Fotos, Vídeos e suas edições para as apresentações do EXALTA abaixo são de autoria de: Marcelo Farias.


Fotos do dia 02.03.2019    EXALTA no Carnaval Centenário de Ariranha-SP

“AfterMovie” do    EXALTA no Carnaval Centenário de Ariranha-SP

 

Breve Histórico de Ariranha – SP – A povoação de São João do Ariranha, fundada por Januário D’Antônio, em 1892, constituiu o seu patrimônio por doação de terras do próprio fundador e de Vicente Alves, Bárbara de Siqueira, Máxima Beralda de Jesus, João Lopes de Abreu e Luiz Ricardo da Fonseca.
A antiga povoação localizava-se nas proximidades do córrego Ariranha, afluente do Ribeirão da Onça e daí decorre o topônimo Ariranha, que no tupi, ïrára-ana”, significa “parecido com irara”, um carnívoro da mesma espécie das lontras.
No início, era apenas um pouso de tropeiros, no local chamado Três Marias, ao lado do qual foi construída uma capela e uma cruz de madeira. Aos poucos, foram surgindo novas construções, desenvolvendo-se o povoado.
A região era conhecida como São Bento de Araraquara, mas por vontade do fundador, passou a ser chamada de Vila de São João de Ariranha para assim invocar a proteção do santo para livrar as plantações de café das fortes geadas de junho. Nome que se resumiu apenas a Ariranha devido a grande quantidade de animais deste mesmo nome que habitavam os rios da região.

Formação Administrativa – Distrito criado com a denominação de Ariranha pela Lei Estadual n.º 1.104, de 30-11-1907, subordinado ao município de Monte Alto.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Ariranha figura no município de Monte Alto.
Elevado à categoria de município com a denominação de Ariranha pela Lei Estadual n.º 1.623, de 20-12-1918, desmembrado do município de Monte Alto. Sede no antigo distrito de Ariranha. Constituído do distrito sede. Instalado em 10-04-1919.


Fotos do Dia 03.03.2019    EXALTA no CARNAMONTE  de Monte Aprazível-SP

“AfterMovie” do    EXALTA no CARNAMONTE  de Monte Aprazível-SP

Breve Histórico de Monte Aprazível-SP – Em meados de 1898, houve um retalhamento do sertão de Rio Preto, no noroeste do Estado, formando sítios e fazendas para venda, que receberam muitos desbravadores, iniciando-se as primeiras lavouras de café e cereais e tinham na Estrada da Boiadeira, ligando São José do Rio Preto ao Porto do Taboado, no Rio Paraná, a via de acesso e escoamento das produções locais.
Dois anos depois, João Busto Moreno doou as terras necessárias para formação do patrimônio, tendo como fundador o Capitão Porfírio de Alcântara Pimentel, oriundo de Monte Alto.
Próxima ao rio São José dos Dourados, a povoação denominou-se Patrimônio de Água Limpa, sendo nela instalado, em 1912, um Distrito policial e dois anos depois, elevado à categoria de Distrito de Paz, com o nome Monte Aprazível, escolhido pelo seu fundador que o julgava simpático, apesar do núcleo urbano situar-se numa pequena elevação.
A construção da Igreja do Senhor Bom Jesus, iniciada em 1919, deu maior dinamismo à construção urbana, principalmente após a instalação da Paróquia, no ano seguinte. O progresso registrado, justificou a criação, em 1924, do Município de Monte Aprazível.
As atividades sócio-econômicas estiveram sempre apoiadas na pecuária e nas culturas de café e arroz, mas o maior surto de progresso notou-se a partir de 1950, com a de importantes indústrias, atraídas pela qualidade do solo, pelos meios de escoamento dos produtos (ferrovia e rodovia) e aproveitamento das águas do rio São José dos Dourados.

Formação Administrativa – Distrito criado com a denominação de Monte Aprazível, por Lei Estadual nº 1438, de 18 de dezembro de 1914, no Município de Rio Preto.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 01-IX-1920, Monte Aprazível figura como Distrito do Município de Rio Preto.
Elevado à categoria de município com a denominação de Monte Aprazível, por Lei Estadual nº 2008, de 23 de dezembro de 1924, desmembrado de Rio Preto. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 10 de março de 1925.
Em divisão territorial datada de 01-VI-1983, o município é constituído de quatro Distritos:  Monte Aprazível, Engenheiro Balduíno, Itaiúba e Junqueira.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.


Fotos do Dia 04.03.2019    EXALTA no CARNA OLIMPIA  da Est. Tur. de  Olímpia-SP

“AfterMovie” do    EXALTA no CARNA OLIMPIA  da Est. Tur. de  Olímpia-SP

 

A Estância Turistica de Olimpia-SP – Considerado como um dos polos turísticos mais importantes do Estado de São Paulo, a Estância Turística de Olímpia está localizada na região do Aquífero Guarani, área privilegiada do noroeste paulista. Distante a 430 km da capital São Paulo, possui uma área aproximada de 803 km² e uma população estimada em 54.406 habitantes.

Sua economia também é baseada na agroindústria e comércio, mas o Turismo vem se destacando e ganhando impulso com a expansão do Parque Aquático Thermas dos Laranjais, considerado o 3º parque aquático mais visitado do mundo e o primeiro da América Latina.

O seu desenvolvimento turístico também se deve à chegada de empreendimentos de grande porte à cidade, como o Hot Beach Olímpia (novo parque aquático local), novos resorts e centros comerciais.

Olímpia também é referência em cultura popular e ostenta o título de “Capital Nacional do Folclore”, tendo no Museu de História e Folclore Maria Olímpia um dos mais completos acervos sobre o tema, sendo visitado por estudiosos, pesquisadores e alunos de vários Estados do Brasil.

A cidade realiza anualmente o “Festival Nacional de Folclore” que em 2017 completou 53 anos. O festival é realizado na Praça de Atividades Folclóricas e Turísticas “Professor José Sant’anna”, o único recinto do gênero, conhecido mundialmente e por onde passam durante o festival mais de 150 mil pessoas.

O Festival Nacional de Folclore de Olímpia é um espetáculo ímpar, que reúne grupos de todos os Estados brasileiros, sendo considerado um dos maiores encontros da cultura brasileira, onde é possível observar e reverenciar as nossas origens e costumes.


Todas as Fotos, Vídeos e suas edições para as apresentações do EXALTA ACIMA são de autoria de: Marcelo Farias.