Nego Branco (Emerson Aita) comunica nesta data, sua decisão em se desligar do EXALTA e retomar sua carreira solo.

Neste 30 de junho, após concluir o compromisso inicial em permanecer ao menos trinta meses como um dos intérpretes do EXALTA, Nego Branco decidiu retomar sua carreira solo.

Como é do conhecimento geral, o EXALTASAMBA retomou suas atividades em 2016 com três novos intérpretes: Romero Ribeiro, Jeffinho e Nego Branco, além é claro, dos dois componentes remanescentes da formação Histórica de 1986 – 2012, Thell e Brilhantina.

Romero Ribeiro desligou-se em janeiro de 2017 por problemas familiares e voltou a residir com sua família em Cascavel-CE, reassumindo suas atividades musicais anteriores, no norte e nordeste do Brasil. A partir de fevereiro de 2017, além da adoção de uma marca simplificada: EXALTA, foram mantidos dois intérpretes até que surgisse alguém com potencial para ocupar a vaga deixada por Romero Ribeiro.

Historicamente o EXALTA, na maioria do tempo, teve dois interpretes e por alguns períodos, apenas um único. Nessa nova fase iniciada em 2016, o propósito é a manutenção de três intérpretes, inclusive para facilitar, no caso de desejo ou eventual necessidade, a saída de algum deles.

Em meados de maio passado, assumindo a vaga deixada por Romero Ribeiro, juntou-se ao EXALTA, Ítalo Pereira Silva, o Magrão, vocalista carioca, natural de Madureira, no Rio de Janeiro, que ao lado do cantor Jeffinho integrou durante cinco anos o grupo Estylo de Ser, do qual se desligou na metade do ano passado para dedicar-se à carreira como cantor solo. (Matéria Portal Samba e Pagode)

O EXALTA segue a partir de agora com dois cantores, Jeffinho e Magrão, ficando aberta a vaga deixada por Nego Branco, que eventualmente, poderá ser preenchida, caso seja identificado alguém com aptidão e disposição para encarar essa caminhada com o EXALTA.

É importante lembrar que cada intérprete que passou pelo EXALTA, tem seu brilho, carisma, competência e personalidade próprias: Marcelo, Chrigor, Thiaguinho, Péricles, Romero Ribeiro e Nego Branco, entre tantos outros que fizeram parte da família EXALTA, jamais terão substitutos; cada um deles deixou sua vaga para que um novo talento pudesse ser revelado.

O EXALTA e toda sua equipe deseja muita sorte e sucesso ao cantor Nego Branco nessa retomada de sua carreira solo.

Para quem quiser ler o depoimento de Nego Branco, sobre sua decisão, veja matéria no Portal Samba e Pagode.